Uma das grandes preocupações atuais da população brasileira é saber se o auxílio emergencial vai acabar ou se continuará sendo pago.

A verdade é que a primeira rodada do auxílio emergencial acabou em dezembro. Porém, as notícias indicam que uma nova rodada de pagamentos começará a ser feita nos próximos meses.

Então, a pergunta não deveria ser se o auxílio emergencial vai acabar, mas sim quando ele vai voltar. Em tempos de crise, um auxílio como esse é sempre bem-vindo para todos.

O que é o auxílio emergencial?

O auxílio emergencial é um programa de distribuição de renda criado pelo Governo Federal. A ideia, desde o início, foi a de mitigar os danos econômicos causados pela crise causada pela pandemia.

Assim, pessoas que estão desempregadas ou que foram demitidas durante a pandemia, têm direito a receber. A ideia é, assim, propiciar renda para que as pessoas tenham acesso a um mínimo existencial.

Em 2020 o auxílio emergencial começou sendo pago na quantia de R$600,00. Porém, depois de quatro parcelas esse valor baixou para R$300,00.

Quando a espera pelo auxílio emergencial vai acabar?

Com o último pagamento do benefício tendo sido paga em dezembro de 2020, muita gente aguarda uma nova rodada. Isso porque a pandemia não arrefeceu e o desemprego continua aumentando.

Com a crise sanitária ficando cada vez pior, não houve espaço para o retorno das atividades comerciais. Assim, muitos trabalhadores continuam sem renda, depois de um ano do início da crise.

Desde o início de 2021 as discussões no Congresso Nacional e na Presidência da República são pelo retorno do pagamento. Assim, tudo indica que a espera pelo auxílio emergencial vai acabar em abril.

Qual o valor do novo auxílio emergencial?

Apesar de já ter sido anunciado tanto pelo presidente da república quanto pelo Ministro da economia, ainda não há data para pagamento. O valor que será pago também não ficou muito claro.

O que se sabe até agora é que serão pagas 4 parcelas, com parcelas que terão, em média R$ 250,00. Assim, o valor ainda não foi especificado, podendo ser maior no início e depois vir a diminuir.

Observe-se que deputados e senadores da oposição têm batalhado para aumentar o valor do benefício. A ideia é que ele seja de pelo menos R$ 600,00, como no ano passado.

Conclusão

Como você percebeu, a ideia de que o auxílio emergencial vai acabar não tem fundamento. Mais que isso, uma nova rodada de pagamentos vai começar, faltando apenas a certeza sobre os valores.