como funciona o leilão do DETRAN

Como funciona o leilão do DETRAN

Os leilões oficiais de veículos oferecem veículos de várias marcas e modelos por um preço mais baixo. Veja como funciona o leilão do DETRAN.

De fato, comprar um veículo em um leilão pode ser um bom negócio, tanto para usar quanto para investir. E agora está tudo mais fácil, uma vez que são online.

Os veículos que estão à venda são frutos de apreensões que os órgãos de fiscalização realizam e, entretanto, os proprietários não vão resgatar. Quando esgota o prazo que a lei demarca, acontecem os leilões.

Para que você possa decidir se participa ou não de um desses leilões, leia esse artigo com as principais informações de como funciona o leilão do DETRAN.

Como funciona o leilão do DETRAN

Em primeiro lugar veja a definição de leilão. Um leilão é um tipo de negócio onde a venda é feita por meio de lances. Desse modo, a maior oferta leva o produto.

A partir desse modelo surgem as variantes. No caso do DETRAN os produtos são os veículos. Esses veículos vêm de apreensões por meio de fiscalização, quando estão com a documentação irregular, atraso no financiamento bem como por outras causas.

A fim de realizar um leilão o DETRAN emite um edital. Portanto, é por meio do edital que você terá as informações sobre os lotes, bem como sobre o leiloeiro e as condições gerais do leilão.

Nesse sentido, o edital vai informar o estado geral do veículo, se há dívidas de financiamento ou por multas, entre outros. Além disso, o local e a data onde o interessado possa ver os veículos.

A fim de evitar problemas o edital informa sobre a reputação do leiloeiro, bem como se haverá financiamento ou só lance em dinheiro. Enfim, somente com conhecimento do edital você poderá participar do leilão.

O leilão é aberto para qualquer pessoa, ou física ou jurídica, desde que não tenha restrição judicial e tenha maioridade. Desse modo basta fazer o cadastro na plataforma onde vai ocorrer o leilão.

Conclusão

Os leilões dos órgãos de trânsito são eventos que atraem pessoas no Brasil inteiro. Desse modo, existem os profissionais do leilão. São pessoas que já tem a estrutura para a compra e a revenda dos veículos arrematados.

Agora que você já sabe como funciona o leilão do DETRAN, veja se não é o caso de você participar também. Afinal, se o negócio é bom pra alguns pode ser para muitos.


Cupons de desconto, verdade ou farsa

Cupons de desconto, verdade ou farsa?

Para quem vive sempre sem dinheiro, uma pergunta costuma martelar na cabeça: cupons de desconto, verdade ou farsa, eis a questão?

Alguns brasileiros já perceberam que os cupons de desconto podem ser ótimos aliados. Com a grande quantidade de contas que se acumulam no final do mês, todo desconto é sempre bem-vindo.

Inclusive, acredita-se que esses cupons podem fazer o usuário economizar até 30% em um mês. O número é alto e precisa ser levado em consideração, mas também é preciso tomar cuidado.

Muita gente pensa assim: cupons de desconto, verdade ou farsa? E isso não chega a ser uma pergunta sem sentido, pois muita gente tem perdido tempo em vez de ganhar dinheiro.

Cupons de desconto, verdade ou farsa? Conheça a verdade!

Se você já buscou por algum cupom de desconto na internet, acreditamos que você já deve ter obtido sucesso. Porém, é muito provável que tenha, também, encontrado cupons que não funcionaram.

Então, por isso ser tão comum na internet, a ideia de que eles podem ser uma farsa não chega a ser sem sentido. Todavia, estamos aqui para demonstrar que os cupons são verdadeiros e podem ser úteis.

No entanto, para que você possa usufruir de todos eles com sucesso, é preciso ter atenção. Isso porque há detalhes que podem fazer com que seu cupom não funcione como deveria.

Como escolher o melhor cupom de desconto

A primeira coisa que você deve fazer ao procurar um cupom de desconto é verificar sites confiáveis. Muitos sites disponibilizam cupons vencidos, apenas buscando mais visualizações de página.

Então, verifique o que as outras pessoas estão falando sobre os cupons e, então, pegue o seu. Nesse momento, o mais importante é conferir a data de validade para a utilização do cupom.

Se o cupom ainda estiver em validade, você irá para o próximo passo, para ter sucesso. Agora você deve conferir as regras e restrições que podem impedir que você utilize o cupom como gostaria.

Apenas após confirmar todos os dados e a possibilidade utilização é que você deve fazer a sua compra. Então, nesse caso há um ponto muito importante, que não pode ser deixado de lado.

Não basta pegar o cupom, mas é necessário também inseri-lo no local correto no site. Então, procure o lugar e faça a inserção do código para, aí sim, conseguir o seu desconto.

Conclusão

Agora aquela dúvida sobre cupons de desconto, verdade ou farsa deve ter passado. O mais importante, então, é que você fique atento e escolha cupons confiáveis para o uso.


O que é pandemia

O que é pandemia?

A partir de agora você vai entender o que é pandemia e porque esse termo tem estado tão em alta e entrado no vocabulário de muita gente.

As pandemias são comuns e já ocorreram no mundo por diversas vezes, começando em vários lugares. Por isso é importante sabermos exatamente o que o termo significa, para melhor segurança.

Entenda o que é pandemia e seu significado

O termo pandemia foi cunhado pela Organização Mundial da Saúde – OMS e faz referência a disseminação de uma doença que afeta uma região, mas depois se espalha por todo o mundo.

Quando a doença se concentra em uma região, fala-se em surto ou epidemia. A pandemia ocorre quando essa doença começa a atingir diversas outras regiões, de maneira sustentada.

Por falar nisso, a ideia de sustentada diz respeito à transmissão continuada do vírus. Dessa maneira a doença passa de pessoa para pessoa, sem a possibilidade de um controle adequado.

Grandes pandemias ocorridas no mundo

Agora que você já sabe o que é pandemia, já deve estar pensando em alguns casos ocorridos no passado. Pois bem, abaixo você confere algumas das pandemias mais famosas do mundo.

  • Covid-19;
  • H1N1;
  • Gripe Espanhola;
  • Peste Negra;
  • Peste de Justiniano;
  • Peste de Cipriano;
  • Peste Antonina;
  • Peste do Egito.

Em todas as vezes que isso ocorreu muitas pessoas morreram em decorrência do vírus. Em todos os casos, somente depois de algum tempo foi possível passar pela pandemia em segurança.

A importância da vacina

Para que uma pandemia chegue ao fim é preciso que ocorra o que chamam de imunização de rebanho. Isso quer dizer, é preciso que um número de pessoas seja imunizado, para impedir a propagação.

Isso põe fim ao que se chama de disseminação sustentada do vírus. Ou seja, é preciso que haja pessoas que barrem a transmissão e não transmitam a doença para as pessoas seguintes.

Um dos pontos mais importante para que isso aconteça com menos riscos é a vacina. Assim há a possibilidade de imunizar as pessoas e impedir que ocorram mortes em razão a doença.

A outra alternativa é que um número grande de pessoas seja contaminado e gere anticorpos. O problema disso é que muitas pessoas podem encontrar a morte durante o processo.

Conclusão

Agora você sabe o que é pandemia e como uma doença pode ser disseminada pelo mundo, fica mais fácil se proteger. Então é preciso ficar atento e tomar o máximo de cuidado com cada situação.


o que é ISS

O que é ISS – Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza

Para saber o que é ISS é preciso saber que sempre que contratamos algum serviço, sobre o valor do serviço é cobrado um imposto.

Os impostos são fundamentais para que o governo possa investir em serviços públicos. Ainda que muita gente não saiba, iluminação, segurança, saúde e diversos outros são bancados pelo Estado.

Então, por meio da cobrança de valores que são chamados de impostos, o Estado consegue dinheiro para as ações. Esses valores podem vir de várias maneiras e ser aplicados de várias formas.

O que é ISS?

A sigla ISS é uma abreviação de “Imposto sobre serviços”. Ou seja, trata-se de um imposto que é cobrado sobre o valor de um serviço prestado, como o de um encanador, por exemplo.

A cobrança do ISS é feita pelos municípios, assim como pelo Distrito Federal. Assim, cabe a eles a alteração dos valores, bem como a concessão de incentivos para determinadas categorias.

A previsão para cobrança do imposto está na lei complementar 116/2203. Além disso, o fato gerador, ou seja, o fato que dá motivo para a cobrança está previsto na Lei federal nº 11.438/97.

Quem deve pagar

O ISS deve ser pago por todas as empresas que prestam serviços, bem como por profissionais autônomos. Ou seja, seja um dentista ou uma empresa de dedetização, todos irão pagar.

Outro ponto importante é que existem características diferentes para o pagamento por cada um deles. O governo trata de forma diferente os contribuintes, o que faz com que haja cobrança diversa.

Quanto se deve pagar

Agora que você já sabe o que é ISS, pode ser que esteja curioso para saber quanto deve pagar. Pois bem, como já dissemos acima, é interessante o fato de que cada tipo de profissional faz um pagamento.

As empresas prestadoras de serviço, por exemplo, devem recolher ISS e outros impostos, como IR, PIS e contribuição social. Nesse caso, pagam 5% sobre o valor da nota fiscal.

Já profissionais liberais, como advogados, arquitetos e administradores, que não tem vínculo empregatício, pagam de outra maneira. Existe uma tabela que prevê os valores para cada profissão.

Outra possibilidade que existe é, no caso de não haver pagamento pelo profissional, a fiscalização municipal fazer uma estimativa.

Conclusão

Agora você já sabe o que é ISS e certamente está pronto para explicar como funciona esse imposto. De qualquer forma, se você precisa pagá-lo, já percebeu que não há muito como fugir disso.