O que é pandemia

O que é pandemia?

A partir de agora você vai entender o que é pandemia e porque esse termo tem estado tão em alta e entrado no vocabulário de muita gente.

As pandemias são comuns e já ocorreram no mundo por diversas vezes, começando em vários lugares. Por isso é importante sabermos exatamente o que o termo significa, para melhor segurança.

Entenda o que é pandemia e seu significado

O termo pandemia foi cunhado pela Organização Mundial da Saúde – OMS e faz referência a disseminação de uma doença que afeta uma região, mas depois se espalha por todo o mundo.

Quando a doença se concentra em uma região, fala-se em surto ou epidemia. A pandemia ocorre quando essa doença começa a atingir diversas outras regiões, de maneira sustentada.

Por falar nisso, a ideia de sustentada diz respeito à transmissão continuada do vírus. Dessa maneira a doença passa de pessoa para pessoa, sem a possibilidade de um controle adequado.

Grandes pandemias ocorridas no mundo

Agora que você já sabe o que é pandemia, já deve estar pensando em alguns casos ocorridos no passado. Pois bem, abaixo você confere algumas das pandemias mais famosas do mundo.

  • Covid-19;
  • H1N1;
  • Gripe Espanhola;
  • Peste Negra;
  • Peste de Justiniano;
  • Peste de Cipriano;
  • Peste Antonina;
  • Peste do Egito.

Em todas as vezes que isso ocorreu muitas pessoas morreram em decorrência do vírus. Em todos os casos, somente depois de algum tempo foi possível passar pela pandemia em segurança.

A importância da vacina

Para que uma pandemia chegue ao fim é preciso que ocorra o que chamam de imunização de rebanho. Isso quer dizer, é preciso que um número de pessoas seja imunizado, para impedir a propagação.

Isso põe fim ao que se chama de disseminação sustentada do vírus. Ou seja, é preciso que haja pessoas que barrem a transmissão e não transmitam a doença para as pessoas seguintes.

Um dos pontos mais importante para que isso aconteça com menos riscos é a vacina. Assim há a possibilidade de imunizar as pessoas e impedir que ocorram mortes em razão a doença.

A outra alternativa é que um número grande de pessoas seja contaminado e gere anticorpos. O problema disso é que muitas pessoas podem encontrar a morte durante o processo.

Conclusão

Agora você sabe o que é pandemia e como uma doença pode ser disseminada pelo mundo, fica mais fácil se proteger. Então é preciso ficar atento e tomar o máximo de cuidado com cada situação.


o que é ISS

O que é ISS – Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza

Para saber o que é ISS é preciso saber que sempre que contratamos algum serviço, sobre o valor do serviço é cobrado um imposto.

Os impostos são fundamentais para que o governo possa investir em serviços públicos. Ainda que muita gente não saiba, iluminação, segurança, saúde e diversos outros são bancados pelo Estado.

Então, por meio da cobrança de valores que são chamados de impostos, o Estado consegue dinheiro para as ações. Esses valores podem vir de várias maneiras e ser aplicados de várias formas.

O que é ISS?

A sigla ISS é uma abreviação de “Imposto sobre serviços”. Ou seja, trata-se de um imposto que é cobrado sobre o valor de um serviço prestado, como o de um encanador, por exemplo.

A cobrança do ISS é feita pelos municípios, assim como pelo Distrito Federal. Assim, cabe a eles a alteração dos valores, bem como a concessão de incentivos para determinadas categorias.

A previsão para cobrança do imposto está na lei complementar 116/2203. Além disso, o fato gerador, ou seja, o fato que dá motivo para a cobrança está previsto na Lei federal nº 11.438/97.

Quem deve pagar

O ISS deve ser pago por todas as empresas que prestam serviços, bem como por profissionais autônomos. Ou seja, seja um dentista ou uma empresa de dedetização, todos irão pagar.

Outro ponto importante é que existem características diferentes para o pagamento por cada um deles. O governo trata de forma diferente os contribuintes, o que faz com que haja cobrança diversa.

Quanto se deve pagar

Agora que você já sabe o que é ISS, pode ser que esteja curioso para saber quanto deve pagar. Pois bem, como já dissemos acima, é interessante o fato de que cada tipo de profissional faz um pagamento.

As empresas prestadoras de serviço, por exemplo, devem recolher ISS e outros impostos, como IR, PIS e contribuição social. Nesse caso, pagam 5% sobre o valor da nota fiscal.

Já profissionais liberais, como advogados, arquitetos e administradores, que não tem vínculo empregatício, pagam de outra maneira. Existe uma tabela que prevê os valores para cada profissão.

Outra possibilidade que existe é, no caso de não haver pagamento pelo profissional, a fiscalização municipal fazer uma estimativa.

Conclusão

Agora você já sabe o que é ISS e certamente está pronto para explicar como funciona esse imposto. De qualquer forma, se você precisa pagá-lo, já percebeu que não há muito como fugir disso.